10/05/2006

Nem do carro eléctrico

Ela nunca o tinha visto mais preto (o nosso racismo sem limites). "Não se conheciam nem do carro eléctrico!" (expressão brilhante que caiu em desuso desde os tempos da Avenida)
Rapariguinha de bairro, para mim andar de eléctrico continua a ser um acontecimento. Quando não vai lotado, quando podemos sentar-nos à janela e abri-la sem que nos caia o vidro em cima, quando conseguimos sentir a potência do motor na subida do Combro ou a velocidade vertiginosa nas descidas, aí tomam-se grandes decisões de futuro.

1 Comments:

Blogger D.T. (J.) said...

Porque é que isto nnão contiunua!=? Andem lá colegas! Bola pá frente!
Abraço

7:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home