4/07/2008

Tic-tac, tic-tac, tic-tac...

E se vivêssemos sem relógio?
Porque o tempo e eu andamos às turras, hoje ocorreu-me esta ideia - quase impensável - de fazer a experiência de um dia, pelo menos um dia, sem relógio. Nota: não são 24h, não há cá números. É um dia: daqueles em que o sol nasce, sobe, começa a descer e desaparece da nossa linha de visão.
Se não contabilizarmos o tempo, pode ser que não passe tão depressa, pode ser que o consigamos apanhar.
Who's in? Inscrições abertas.
PS. E aqueles relógios de parede que dão a badalada de quarto em quarto de hora? Credo...

1 Comments:

Blogger adam brown said...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

2:05 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home